Churrasco de Domingo #2 – Bife de Chorizo

Caminhava no supermercado em busca de inspiração pra fazer alguma receita nova pro blog. Escolhi o vinho da sexta-feira e fui até o açougue dar uma mirada nos cortes quando me deparei com algo que ainda não tinha visto em mercado: Bife de chorizo. Pensei comigo: enquanto não posso ir à Buenos Aires, que a capital argentina venha até mim.

Chorizo do Contra-filé
Chorizo do Contra-filé

O que é bife de chorizo?

Bife de chorizo é um prato muito apreciado nos restaurantes argentinos, peça fundamental das parrillas hermanas. É integrante do contra-filé, e enquanto numa ponta desta peça você retira o entrecôte (noix, filé de costela), na outra você consegue o chorizo (aproximadamente 5 dedos abaixo). Este corte apesar de grosso é muito macio pois quase não há nenhum nervo, tendo apenas a tradicional capa de gordura.

Como fazer?

Chorizo da brasa
Chorizo da brasa

O bife de chorizo pode ser feito tanto no fogão quanto na brasa. A receita que fiz foi numa churrasqueira comum estilo gaúcha, na grelha. O ideal é que a grelha seja estilo argentina, aquelas mais grossas com pequenas canaletas para que a gordura desça para as extremidades da churrasqueira e não caia em cima do fogo fazendo-o acender novamente após ter virado brasa, correndo risco de queimar sua carne. Essa grelha, por ter hastes mais grossas, faz com que a carne seja assada mais rapidamente.

Eu usei 1kg de bife de chorizo e sal grosso. Cortei na grossura de 2 dedos, o suficiente pra que a carne fique no ponto, deixando 10 minutos de cada lado aproximadamente.

Bife de chorizo ao molho chimichurri
Bife de chorizo ao molho chimichurri

Um detalhe importante: o bife de chorizo, tradicionalmente, se come no ponto, partindo pro mal-passado. Enquanto as extremidades da carne ficam brancas, é normal que o interior dela tenha o aspecto avermelhado, vulgo “sangrando”. Este é o ponto do bife de chorizo.

Como acompanhamento servi o molho de chimichurri.

O Autor
Catarinense de nascimento, gaúcho de coração. Aprendiz de churrasqueiro e entusiasta das culinárias regionais.

Comentários 15

  1. Gabi Bondan
    Resp.

    Sou totalmente a favor do Becher fazer um churrasco pros leitores do @comideria.
    \o/

    15 abril, 2011
    • Daniel Becher
      Resp.

      Oi Gabi!

      Eu também sou! Quando é que o Giba estará livre pra comer uma carninha?

      15 abril, 2011
      • Giba
        Resp.

        4 meses… 1 já foi, faltam 3 e contando hahaha.

        Abraço!

        15 abril, 2011
  2. Everton Veber
    Resp.

    E eu digo mais: um churrasco mensal.
    hahahaha

    “Tio, se é bife, porque não é frito? Ou enroladinho com cenoura e preso no palitinho?” 😛

    Graças a ti, estou com fome às 10hrs da manhã. Obrigado.

    15 abril, 2011
    • Daniel Becher
      Resp.

      Vai ficar com mais fome quando eu postar daqui há pouco fotos do carreteiro que ele vai render 😉

      15 abril, 2011
  3. Fabi Cercal
    Resp.

    Como eu sofro com essas imagens pra lá de pervertidas as 11hs da manhã :p

    15 abril, 2011
  4. Patricia Leandra
    Resp.

    Onde você comprou????

    15 abril, 2011
    • Daniel Becher
      Resp.

      Patrícia,

      comprei no Supermercados Angeloni, loja do Jardim Atlântico (Florianópolis). É da marca Montana.

      15 abril, 2011
  5. Rafael Slonik
    Resp.

    Vou fazer um desse aqui hoje, vamos ver se acerto o ponto desse corte. Valeu pelas dicas doutor!

    7 agosto, 2011
    • Daniel Becher
      Resp.

      E aí, deu liga? Curtiu?

      8 agosto, 2011

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *