Entreveiro de Pinhão: pra aquerenciar os desgostos de Agosto

Agosto vêm dando um “Oh! de casa!” neste mundão véio sem porteiras trovejando intempéries. Baita tempo grongueiro de frio e chuva congela o Sul brasileiro castigando os mais teatinos, abrindo cancha pra alimentos que aquentem o coração. Já não hay pelego o suficiente que esquente e o sombreiro já desagua em mangas de tempo feio, surge o tropeiro que toreia o pampa dentro de cada um de nós.

Entreveiro, iguaria tropeira.

Entreveiro, iguaria tropeira.

Aos tropeiros é atribuída a invenção do Entreveiro, comida típica serrana que sofrenou as invernias machaças quando estes tauras carregavam mulas até Sorocaba em suas comitivas e voltavam de lá tropeando saudades. Estes homens, que faziam dos arreios as suas vidas e dos corredores e picadas as suas moradas, contadores de luas, sabiam que quanto mais se agranda a alma mais se apequena a estrada. E bastava uma manta de charque, linguiça cortada na faca, pinhões e umas especiarias pra se montar uma bóia campeira que traduzia no estômago os anseios da alma.

Ceva teu mate, aquieta a cambona na trempe e vamos fazer um Entreveiro típico serrano!

Ingredientes

Ingredientes para o Entreveiro

Ingredientes para o Entreveiro

  • 1/2kg de carne de gado (a sua escolha)
  • 1/2kg de carne de porco
  • 300g de linguiça calabresa
  • 200g de bacon
  • 1kg de pinhões cozidos
  • 2 cebolas pequenas
  • 6 dentes de alho picados
  • 1 pimentão amarelo picado (ou o que você preferir)
  • 2 tomates picados e sem semente
  • Sal, azeite e pimenta

Como fazer

Primeiro você precisa descascar os pinhões cozidos. É um trabalho chato, mas precisa ser feito. Depois corte eles ao meio ou em pedaços menores caso prefira.

Entreveiro é uma comida que precisa ser preparada com um fogo um tanto quanto forte e numa panela de ferro grande, ou disco, ou até uma Wok média. A idéia de disco/wok é pra você ir colocando pro lado o que já foi refogado e não deixar queimar nada, mas também não perdendo o sabor desse processo.

Não tem segredo nenhum, mas não é bonito ver um bacon refogando?

Não tem segredo nenhum, mas não é bonito ver um bacon refogando?

Então refogue o bacon com um fio de azeite. Depois vá acrescentando as carnes, eu comecei pela carne suína, depois fui para a linguiça e a carne de gado. Temperei com sal e pimenta. Abri espaço na Wok, coloquei as carnes para as laterais e refoguei uma das cebolas picadas, pimentão e alho.

Carnes

Carnes

Junte novamente as carnes e termine de refogar tudo. Feito isso, adicione os tomates picados e a outra cebola cortada em tiras. Deixe cozinhando um pouco, o processo é um pouco lento mas compensador.

Por último, acrescente os pinhões, deixe de terminar o cozimento das carnes e sirva com arroz branco!

E tá feito o carreto!

Compartilhe no Facebook

Tags: , , , , ,

Autor:Daniel Becher

Catarinense de nascimento, gaúcho de coração. Aprendiz de churrasqueiro e entusiasta das culinárias regionais.

Subscribe

Assine os feeds, receba por e-mail e nos acompanhe no Twitter e Facebook!

One Response to “Entreveiro de Pinhão: pra aquerenciar os desgostos de Agosto”

  1. 3 de agosto de 2012 at 9:24 am #

    Nossa.. salivei!

Faça um comentário