Picanha ao avesso (ou picanha invertida) recheada

Ouvi falar muito dessa receita de picanha ao avesso. Programas de TV sendo citados, amigos, parentes comentando… não guentei e tive que fazer também. Afinal sou um fã de assados, não poderia deixar batido. E confesso que o que mais me motivou a fazer não foi o fato de ser picanha (quem já leu algum post do Churrasco Ao Vivo sabe do que estou falando) nem o recheio delicioso: foi a inédita experiência de virar uma picanha do avesso. Pronto, falei. Vamos à receita…

Ingredientes

  • 1 picanha inteira (cerca de 1,2kg)
  • 1 cenoura média
  • 50g de azeitonas sem caroço picadas
  • 200g de queijo provolone
  • 200g de bacon picados em cubos
  • 3 linguiças tipo pra churrasco

Modo de preparo

Invertendo a picanha

Com uma faca própria para carnes e bem afiada, faça um corte na base da picanha (base do triângulo), como se você fosse fazer uma espécie de bolsa, até quase a ponta da peça de carne.

Use faca afiada. É importante.Então você coloca a mão por dentro dessa bolsa e com a outra faz pressão pra que ela vire ao avesso.

Picanha invertida ou ao avessoRecomendo passar uma colher de água em cada lado da picanha pra umidecê-la e então adicionar sal grosso a vontade, massageando a carne com o sal.

Enquanto você espera uns 20 minutos esse sal dar uma curtida, vamos ao…

Recheio

Tire a linguiça de dentro da tripa (aquele saquinho que envolve ela), corte a cenoura, bacon, azeitona e queijo bem picados. Junto com a linguiça, amasse bem até que forme tipo uma massa. Assim:

Recheio da picanhaAgora você pode recheá-la. Coloque o recheio dentro da picanha e costure com barbante.

Preparo

Enrole em papel alumínio e deixe assando (brasa ou forno) de 30 a 40 minutos, depende a intensidade do fogo/forno. Tire o papel alumínio e deixe mais alguns minutos, o suficiente para dourar a carne.

PS: em caso de não ter barbante, palitos quebram um galho. Experiência própria.

O resultado é esse:

Picanha ao avesso pronta!Aprendi algumas lições com esta receita:

  • Se o recheio é cru, fogo forte, muito forte.
  • Carne embalada à vácuo, nem pra cachorro.

PS: o Dia de Folga, da minha amiga Lu Monte, também ensina a fazer de uma outra forma: picanha recheada apenas com provolone que deve também ficar uma delícia!

Feito o carreto!

 

 

O Autor
Catarinense de nascimento, gaúcho de coração. Aprendiz de churrasqueiro e entusiasta das culinárias regionais.

Comentários 11

  1. Andrey Martins lanhi
    Resp.

    Essa receita tem que ser feita como a costela, algumas horas de fogo, e na utma meia hora, fogo alto e a carne baixa, o recheio cozinha e o gosto da carne fica maravilhoso…

    Pra quem não quer gastar muito com picanha a maminha Tb é uma boa pedida 😉
    Grande Abraço, gostei do site.

    9 março, 2011
    • Daniel Becher
      Resp.

      Verdade, Andrey. O recheio acaba deixando a carne grossa e tem que ter bastante fogo, firme e constante, pra cozinhar bem e baixar só pra dar aquela dourada.

      Seja bem vindo sempre, se quiser contribuir, basta se cadastrar ali do lado =>

      Abraço!

      9 março, 2011
    • Israel
      Resp.

      A receita é excelente.
      A dica de “carne embalada a vácuo nem pra cachorro” nao concordo.
      Voce tem que ficar atento a data que a mesma foi produzida e a procedencia da mesma e se o vacuo existe na embalagem.
      Voce tem total garantia da qualidade se comprada de um bom frigorifico.

      Abraços

      26 dezembro, 2011
  2. @TiagoMx
    Resp.

    essa semana vamos detonar a fome da gurizada nesse blog :) hehehe

    10 março, 2011
  3. Gabi Bondan
    Resp.

    Caramba! Desumana essa receita. Ficou com uma cara boa demaisssss!

    10 março, 2011
  4. wilsantos
    Resp.

    parece be apetitoso. quem sabe neste final de semana nao da pra aproveitar esta receita?
    kkkkk
    muito obrihado pela dica.

    11 março, 2011
  5. Gian
    Resp.

    reve- ja as fotos e o jeito que explica pois esta errado, principalmente a primeira foto que não bate como texto., muito ruim

    11 fevereiro, 2012
  6. sebastião
    Resp.

    fiz, ficou muito boa, só que fiz dela, virada e feichada, e usei queijo ralado, é muito bom, , se quiser uma receita que eu criei,, é arroz do valle, te passarei, gosto muito de criar pratos diferentes. arroz do valle é com galinha, mas o preparo é diferente.

    23 agosto, 2012
  7. Aline – Gastronomia e outras folias
    Resp.

    Daniel, eu um dia ouvi falar que não existe picanha com mais de um quilo, procede a informação?

    15 fevereiro, 2013
    • Daniel Becher
      Resp.

      Existe sim, claro. Na verdade uma picanha BOA vai até cerca de 1,2kg, mais que isso existem duas explicações: ou você está comprando uma carne velha, o que eu costumo chamar de “boi de carreira” ou então tem um pedaço do coxão junto. Quanto mais novo o boi, melhor 😉

      15 fevereiro, 2013
  8. Rodrigo Passoni
    Resp.

    A Picanha do avesso é ótima. Para virar mais fácil, vai uma dica: faça cortes leves (superficiais apenas) na gordura, em formato de quadrados (“reticular a gordura). Além de ajudar a virar, solta a gordura na carne e a deixa AINDA MAIS macia! Fui!

    10 agosto, 2014

Comente!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *