Buenos Aires/ Café/ Review

Cafe Tortoni: o maior clássico de Buenos Aires

A história do Café Tortoni quase se mescla com a de Buenos Aires. Ambos tiveram seus tempos clássicos e áureos com requintes europeus de sofisticação. E, hoje, o que vemos é um resquício desta época que muitos de nós gostaríamos de ter vivido.

Fundado em 1858, o Tortoni já foi palco de diversos tipos de manifestações culturais e sociais de época. E, talvez, seja essa sua responsabilidade: vender-se como um local histórico.

DSC_0147

Visitar Buenos Aires e não ir ao Tortoni é como deixar boa parte da viagem de lado. Lá você respira parte da história da Capital Portenha. O lugar, aparentemente, parou no tempo. Toda a decoração nos leva ao início do século passado, inclusive imensos vitrais por toda sua extensão.

DSC_0122 DSC_0145Lá, Carlos Gardel, uma das maiores figuras populares da Argentina, mesmo sendo francês de nascimento, é onipresente. Há busto, escultura, fotos e um recorte de jornal muito saudosista de quando o jovem cantor fez sua apresentação por ali.

DSC_0131 DSC_0123 DSC_0127 Inclusive, há um espaço cultural onde é possível assistir apresentações de tango. O que, por mero descuido, não presenciamos.

DSC_0128 Diferentemente do que lia em demais fóruns e blogs, o local não estava cheio. Logo, não foi difícil conseguir uma mesa. O problema, no entanto, foi fazer o pedido, pois o cardápio é bem extenso. Como foi nosso primeiro café da manhã por aquelas terras, não fomos com a devida cautela que muitos mencionam.

DSC_0117 Pedi, inocentemente, um café com leite e medialunas, que nada mais são que croissants sem recheio.

DSC_0137 Eu não estava preparado psicologicamente para receber tudo isso em nossa mesa. As medialunas são grandes, saborosas e muito macias. O café é outro exagero. Os argentinos levam muito a sério o lema de que o café da manhã é a principal refeição do dia. Este pedido serve, tranquilamente, duas pessoas.

DSC_0138Mas Samantha também pediu o seu. Ela foi de chocolate quente com churros.

DSC_0140 O chocolate é muito bom e, dependendo do seu gosto, você pode adicionar leite para não deixá-lo muito forte. Os churros não são recheados, apesar de ter porções de doce de leite avulsas no cardápio. Samantha os achou um pouco duros.

DSC_0141 Além dos clássicos cafés, o Tortoni serve almoços e jantares, não ficando restrito somente a um segmento. Como o local é carregado de cultura, história, representatividade e boa comida, sugerimos mais de uma visita, pois o local é incrível.

Essa comilança toda nos custou AR$ 118,00, aproximadamente R$ 22,00. Saímos de lá tentando descobrir se a mesa que sentamos foi a mesma que Francis Ford Coppola, Robert Duvall e tantos outros sentaram e partimos para El Ateneo ser mais felizes ainda.

Cafe Tortoni

  • Endereço: Avenida de Mayo, 825, Centro, Buenos Aires – Argentina.
  • Telefone: +54 (11) 4342.4328
  • Estacionamento: não
  • Aceita cartões: sim
  • Faz câmbio: não

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder
    Rodrigo
    24 de outubro de 2014 at 10:37 pm

    Viejo Tortoni. lugar muito lindo, proximo a casa rosada. vale a pena uma bebida a base de doce de leite e cafe. ir tambem a cabildo de buenos aires. inesquecivel !!

  • Comente