Buenos Aires/ Hamburguer/ Review

Conhecendo o Hard Rock Cafe de Buenos Aires

Quem aqui nunca usou um moletom do Hard Rock Cafe, né? Mesmo sendo aqueles de Brusque e sem saber muito bem o que estava vestindo. Muitos!

Antes de mais nada, já vou adiantando que nossa ida ao Hard Rock se deu após ao incrível-foda-master-blaster-super-dupar-du-caralho espetáculo Fuerza Bruta, que fica ali no Centro Cultural Recoleta, ambos estão coladinhos.

DSC_0656

Saímos do show a mil, uma experiência única e o Hard Rock não poderia falhar, óbvio!

DSC_0644

Esperamos cerca de 30 minutos para conseguir uma mesa, também pudera, centenas de pessoas fizeram o mesmo que nós após o show. O ambiente é muito grande, são dois andares repletos de espaços destinados aos grandes ídolos do rock.

DSC_0653

Numa penumbra que vai da recepção ao bar, você se sente muito confortável, apesar de ser necessário falar alto com a pessoa que lhe acompanha. Principalmente se você ficar colado no palco, como foi nosso caso.

DSC_0679

O Hard Rock não vende apenas comida, mas sim uma experiência que vai além. Ao mesmo tempo que ele é um restaurante, ele é um ponto de encontro, bar, balada (detesto usar essa expressão – cada vez que essa palavra é aplicada a algo, um panda morre) e, porque não, um museu dedicado à boa música, o rock.

DSC_0668

Cada espaço de parede é disputadíssimo entre os mais diversos quadros, pôsteres, guitarras e até roupas dos maiores nomes do rock (todos eles, provavelmente, cópias).

DSC_0650

Mas como eu ia dizendo, o Hard Rock também serve comida e, após nos acomodarmos numa das mesas, com a explicação bem corrida do garçom, ficamos felizes em saber que os refrigerantes são em refil. Muito mais contentes ficamos em ver que no cardápio havia algumas opções de hambúrgueres.

DSC_0638

Ora, se estamos imersos numa cultura americana, alguém duvidaria que nossa escolha seria essa?

DSC_0646

Fui de Legendary Burger. Bacon e Onion Rings, é possível dizer não a esta combinação?

DSC_0702

O pedido, a bem da verdade, levou um certo tempo para chegar. Mas veio bonito! Bacon crocante, Onion Rings sequinha, Burger suculento e uma maionese igualmente deliciosa.

Samantha pediu um Burger clássico com batatas. Também muito saboroso e com bastante queijo.

DSC_0688

Mesmo sabendo que o foco principal do Hard Rock não é tão e somente a alimentação, saímos muito satisfeitos com a experiência. Um ambiente super descontraído com um som super agradável.

DSC_0654

O serviço, assim como em TODOS os restaurantes de Buenos Aires, demorou muito na entrega da conta. Portanto, tenha paciência nesse momento. Saímos de lá com menos AR$ 300,00 (pesos argentinos), o equivalente a R$ 57,00 e admirados com tudo.

Então, já sabe, no primeiro dia de visita a Buenos Aires você compra o ingresso para o Fuerza Bruta, tenha uma experiência incrível e depois cola no Hard Rock para encerrar o dia com chave de ouro. Este, com certeza, foi um dos melhores dias durante nossa estadia.

Hard Rock Cafe – Buenos Aires

  • Endereço: Av. Pueyrredón, 2501, Recoleta (Anexo ao Centro Cultural Recoleta), Buenos Aires – Argentina.
  • Telefone: +54 (11) 4807.7625
  • Estacionamento: não
  • Aceita cartões: sim
  • Faz câmbio: sim

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder
    Carina Ferrer
    29 de maio de 2016 at 2:47 am

    Estive em setembro de 2015, fazendo o mesmo itinerário. Foi uma maravilhosa experiencia.

  • Comente