Buenos Aires/ Carnes/ Review

El Canal: nem tudo são flores em Palermo

Uma das dificuldade de se fazer um roteiro é seguir à risca todos os itens do planejamento e otimizar ao máximo determinadas visitas. Em Buenos Aires algumas coisas saem do previsto e você precisa ir se moldando, principalmente no quesito gastronomia.

Após quase sair rolando da incrível Pani, tínhamos energia de sobra para gastar em todo o circuito Recoleta-Palermo. E o fato de fazê-lo caminhando contribuiu bastante. O dia estava lindo, sem uma nuvem no céu, vimos praticamente toda a Recoleta e partíamos para Palermo em busca de um almoço leve, pois o dia tinha muitas avenidas e parques pela frente.

O restaurante que era objetivo estava muito longe e não queríamos nos deslocar de taxi, então, graças ao bom-senso Portenho por ter inúmeros estabelecimentos em cada esquina, resolvemos escolher um aleatório para nosso almoço. Encontramos, portanto, o  El Canal.

DSC_0992

O lugar nos fisgou por dois motivos: parrilla e uma promoção a la carte. Uma ótima ideia, algo simples, rápido, leve e barato. Bingo!

DSC_0990

A promoção consiste na escolha de uma proteína com algum tipo de acompanhamento, uma bebida e sobremesa por AR$130,00 (pesos argentinos). Como estávamos sem muita fome, pedi apenas um prato: vazio com salada. E, para petiscar, uma linguiça.

DSC_0994

Vale lembrar que o cardápio é bem extenso, não ficando limitado a esta promoção, assim como toda parrilla.

DSC_0997

Os pães, como de praxe, chegaram logo que sentamos à mesa, acompanhados de uma excelente pasta.

DSC_0983

O chorizo veio rápido. Era bem forte e com pedaços de carnes – e de gordura – muito espessos. Como eu havia falado em posts anteriores, cada parrilla tem sua própria linguiça, dificilmente você comerá uma igual a outra.

DSC_1001

Ela veio acompanhada de um prato – de comer com os olhos, diga-se de passagem – com chimichurri, salsa criolla e um molho com cheiro verde. Muito bom!

DSC_0999

Em seguida, uma sucessão de drama: o garçom nos leva dois pratos. Como eu havia dito, nosso pedido era apenas um. Com nosso portunhol sofrível, explicamos que fora pedido apenas um, assim como o chorizo e que dividiríamos. O garçom alegou que fez o questionamento se eram dois e, na cabeça dele, falamos que sim. Insistiu, disse que o prato seria descontado dele. Enfim, um mal-estar desnecessário. E, por fim, outro garçom nos atendeu e fez a correção.

DSC_1003

O prato não tinha uma boa apresentação, o corte não estava 100%, parece que foi cortado de qualquer forma. Um pouco tenra também. A salada estava forte, muito forte. Não sei ao certo quais folhas continham no prato, mas não estavam em harmonia.

Em seguida, a escolha da sobremesa: flan (pudim) com doce de leite e creme.

DSC_1004

O pudim estava muito saboroso e deixou o clima um pouco mais doce, com o perdão do trocadilho.

Não vou emitir nenhum julgamento sobre o estabelecimento, apesar de ter sido uma das mais desanimadoras experiências por lá, a casa aparenta ter ótimos ingredientes, vinhos e um cardápio bem completo. Pode ter sido nosso momento de azar, pois eram quase 14hs.

Pagamos os AR$ 255,00 devidos, o equivalente a R$48,00, e fomos nos encantar com os parques e bosques de Palermo. Isso, é claro, sem esquecer a tremenda azia que habitava meu estômago. Praga do garçom.

El Canal

  • Endereço: Jeronimo Carnero,  2692, Palermo, Buenos Aires – Argentina.
  • Telefone: +54 (11) 4802.6461
  • Estacionamento: não
  • Aceita cartões: sim
  • Faz câmbio: não

 

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder
    Samantha
    21 de novembro de 2014 at 8:24 am

    Jornalismo verdade informa: nossa experiência lá foi horrível.
    Quando nosso pedido veio errado, rolou um mega constrangimento. Em condições normais de temperatura e pressão poderíamos ter ficado com os dois pratos, mas: 1. eu não estava com fome e não almocei e 2. o garçom foi mega grosseiro. Desculpa, amigo, mas se você trabalha num restaurante em Buenos Aires e não quer atender turistas brasileiros… ¯\_(?)_/¯
    Apenas: não vá.

  • Comente