Hamburguer/ Review

Gourmet Burger Market

Neste último sábado (16/03/2013) inaugurou em Florianópolis o “Gourmet Burger Market”, uma hamburgueria gourmet.
Ó o termo Gourmet me perseguindo aí, gente!

Apesar de ser um louco fascinado por hambúrguer, poucas vezes pude experimentar um na “versão gourmet” .
Diferentemente dos habituais “Xis”, esses “burgers” sofrem drásticas alterações em sua forma, tamanho, sabor e, consequentemente, preço.
Abrir um “Burger Gourmet” em Floripa não deve ser fácil. Você vai precisar lidar com um público muito específico (às vezes até restrito) e oferecer um diferencial muito grande. Mirando nesse público, o Gourmet Burger Market abre suas portas.

IMG_5057

O Gourmet (irei chamá-lo assim para facilitar, não somos íntimos ainda :P) está na Via Gastronômica de Coqueiros num ponto muito bacana de frente para o mar. A casa até oferece um amplo estacionamento. Todos que conhecem a Via Gastronômica sabe o quão difícil é encontrar uma vaga para estacionar.
De imediato você fica impressionado com o ambiente, muito bonito, confortável e decorado.

IMG_5054

IMG_5084

O cardápio merece uma atenção à parte, além de muito bem apresentável, foi muito bem pensado e elaborado. Você tem entradas, saladas, burgers, grelhados, bebidas e sobremesas. Você até pode conferir aqui o cardápio e ver que não estou mentindo.

Feito as devidas observações, fizemos nossos pedidos. Pedimos de entrada uma porção de Buffalo Wings (R$ 14), que nada mais são que as asinhas de frango ao molho barbecue.
Também pedimos nossos lanches e bebida. A partir daí começa uma sucessão de acontecimentos que poderiam ter sido evitados e que foram perceptíveis desde que entramos no estabelecimento.

Explico. A própria casa anunciou que aquela data seria a inauguração. Entretanto, ficamos na dúvida se estávamos de penetra na festa, pois, visivelmente, parecia um evento para íntimos. Muito provavelmente a família e convidados dos proprietários estavam prestigiando o início. Porém, sabemos que esse tipo de acontecimento deve, tão e somente, acontecer de modo privado, reservado e com número restrito de pessoas. Mas, já que não fomos privados na entrada, vimos que não eramos os únicos não-familiares.
Em nosso “Sobre” deixamos muito claro que não somos críticos gastronômicos, muito menos ordenamos regras, mas algumas coisas são básicas e óbvias como, por exemplo, contingente de garçons. Ora, nada muito justo, se você está aguardando uma grande demanda de pessoas você precisa ter de prontidão uma equipe capaz de atender tamanha demanda.

Depois de muitas observações acerca do ambiente, cardápio, custos, Efeito Doppler e alguns cigarros acesos, a bebida chega após 15 minutos do pedido.
Depois de uma releitura d’O Pequeno Príncipe e da teoria do “te tornas responsável por aquilo que cativas”, nossas entradas chegaram 30 minutos após o pedido.

IMG_5075

A porção nos serviu muito bem, estava saborosa e o  molho não muito picante. A maionese que veio como acompanhamento é muito diferente das comuns em lanchonetes, vá ciente disso.
Aqui vale ressaltar mais um ponto importante: a casa nos traz prato, garfo e faca para comer essa entrada. Esse tipo de “petisco” se come com as mãos, inevitavelmente. O termo GOURMET não pode me privar disso. Para isso, pedimos guardanapos para nos auxiliar na degustação. Porém, os guardanapos só chegaram depois de comermos toda a porção.

Após observar a chegada de uma caravana de pessoas e quase fazer uma digestão completa da nossa entrada, nossos pedidos chegaram após completar 1 hora. (Somente o Ito tem licença para nos fazer esperar 1 hora por um lanche).
A partir daqui tudo muda. E muda drasticamente pra melhor!

Fui de Caprese (R$ 22) com batata rústica como acompanhamento e maionese como molho.

IMG_5089

Nunca havia comido pesto junto com hambúrguer e muito menos experimentado broto de rúcula. A partir daqui começo a entender – e sentir – o conceito Gourmet.
A carne do hambúrguer, visivelmente, não foi moída num moedor, como de costume, ela foi fatiada, esmagada, triturada, socada, seja qual for o temo, com cutelo. Havia deliciosos pedaços de carne. Estava muito bem temperada e estava no ponto certo.
O sabor marcante do pesto contrastava com o sabor da rúcula. Apesar do pão macio, precisei come-lo de garfo e faca devido sua altura.

IMG_5115

Minha namorada foi de Kids (R$ 13), batata rústica e maionese.

IMG_5103

Fiquei muito surpreso com o tamanho do lanche. Realmente, você precisa comer igual uma criança pra ficar satisfeito com um desses.
Ah, aliás, o “Burger Party” é composto de lanches desse tamanho.

O Daniel foi de Cordeiro (R$ 25) com Onion Rings como acompanhamento e “Aioli” como molho.

IMG_5088

Do pedido dele provei apenas as Onion Rings e o molho.

IMG_5095

Pessoal, fica aqui instituído: quando você for ao Gourmet Burger Market você vai pedir SOMENTE esse molho. Estamos combinados?

Apesar desses pontos negativos mencionados, que são COMPLETAMENTE  corrigíveis, o lugar nos surpreendeu bastante. Não só no sabor, mas no preço.
Sabemos o quão difícil é dar a cara à tapa num mercado como o nosso e, acima de tudo, oferecer um produto tão resistente para a maioria dos consumidores. Percebemos também a preocupação na elaboração do cardápio, tudo é muito bem pensado.
Esperamos voltar muito em breve para dar as 5 estrelinhas para o Gourmet.

E você que não conhece o Gourmet, vai lá correndo experimentar essa delícia.

Gourmet Burger Market

  • Endereço: Rua Desembargador Pedro Silva, 2045 – Coqueiros – Florianópolis – SC
  • Horário de Funcionamento: Terça a Domingo das 18h às 24h
  • Cartões: sim
  • Estacionamento: sim

You Might Also Like

27 Comentários

  • Responder
    gilliard
    19 de março de 2013 at 9:55 am

    esse “problema” do atendimento, é quase que regra em inaugurações.
    são raros os casos que isso não acontece. parece que o dono não espera muito sucesso do seu estabelecimento e não garante uma primeira boa impressão!

    • Responder
      Everton Veber
      20 de março de 2013 at 12:16 am

      Nesses casos é mais válido pecar por excesso do que por omissão 🙂

      • Responder
        gilliard
        21 de março de 2013 at 11:50 am

        sem sombra de duvidas!

  • Responder
    TiagoMX
    19 de março de 2013 at 10:39 am

    muito louco, esse lance é na frente da minha casa. demorou séculos para abrir eu já dizia: não abre mais, o dono nem deve ser do ramo, está condenado. felizmente alguém subverteu a ordem do meu pessimismo e aparentemente abriu um restaurante interessante, do qual pretendo visitar em breve.

    • Responder
      Everton Veber
      20 de março de 2013 at 12:17 am

      Geralmente, quem demora muito pra abrir (esperando ficar 100%) precisa ter um puta investimento inicial e um bom planejamento financeiro senão logo fecham as portas por causa das dívidas.

  • Responder
    Aline - Gastronomia e outras folias!
    19 de março de 2013 at 11:14 am

    Oi, tive o prazer de conhecer os hambúrgueres gourmet do La Padá e também me surpreendi quando o meu preferido havia rúcula (folha que não gosto). É uma boa opção para quando quisermos fugir dos tradicionais “x”.

    Quero conhecer logo!

    • Responder
      Everton Veber
      20 de março de 2013 at 12:18 am

      Pode ir lá conhecer. É muito bom. Aliás, dá um banho no Lá Pada (post que está em nosso rascunho :P)

  • Responder
    Carol Silva
    21 de março de 2013 at 12:49 pm

    Passei na frente no dia da inauguração, vi o movimento, mas nem me dei conta de ler a placa, adorei a novidade.
    Parece muuuito saboroso!!

  • Responder
    AntonioFerrari
    24 de março de 2013 at 5:28 pm

    Muito bom. Belo lugar! Acertei na hora do molho aioli graças ao blog. Só achei um absurdo as onion rings estarem em falta em pleno sábado (23/3) e o garçom não saber me explicar os pães e os molhos… Acredito que tenha acontecido por ser o começo…

    • Responder
      Everton Veber
      25 de março de 2013 at 12:00 am

      Só vamos torcer para que esses problemas não sejam recorrentes.

      Que bom que gostou da nossa indicação. Muito bom o molho, né?

      Abraço!

  • Responder
    Melina
    5 de abril de 2013 at 12:05 am

    Fui semana passada, pena não ter lido o post antes! Achei muito bom, estava mais do que na hora da cidade começar a investir numa hamburgueria com este conceito. Diferentemente dos hambúrgueres já existentes, são saborosos, suculentos e percebe-se que os ingredientes utilizados são de ótima qualidade! E o melhor: o preço é super digno!! Felizmente, na minha visita fui atendida rapidamente. Ah, meu padrasto pediu o grelhado de bife de chorizo, vale a pena provar!!! Adoro o blog.

    • Responder
      Everton Veber
      5 de abril de 2013 at 1:06 am

      Olá, Melina.

      Que bom que tenha gostado. E pelo visto começou a engrenar o atendimento, ainda bem que não esperasses muito.

      Ah, obrigado pelas visitas! 😉

  • Responder
    Bruno Piazera Zacchi
    17 de abril de 2013 at 10:16 am

    Ontem (dia 17/04/13) fomos ao Gourmet Burger Market e o sentimento geral foi: “decepcionante do começo ao fim”.
    Estávamos em 7 pessoas, chegamos e a casa estava lotada. Até aí não tem problema, afinal sabíamos que iríamos esperar bastante porque envolve muitas pessoas, aguardamos uma mesa com sete pessoas saírem, sem crise. Enquanto isso olhamos o cardápio, fizemos nossas considerações e pedimos: 2 buffalo wings, 6 burgers e 1 steak, além de bebidas.
    Ao sentarmos na mesa, quase de pronto vieram as buffalo wings e as bebidas. Até aí tudo certo, sem problemas. As decepções começaram quando os pedidos chegaram: os atendentes não sabiam os pratos que carregavam, acompanhamentos, pães, pedidos, todos trocados e/ou errados. Dois pedidos estavam certos na mesa, o resto não.
    O meu pedido era “Blumenau” com batatas rústicas, pão Ciabatta e molho Aioli. Recebi um “clássico” acredito eu, a carne tinha nervos e estava sem sabor (quando digo sem sabor digo: não tinha nem sal). O pão veio muito duro, impossibilitando de comer com os talheres, bem como com as mãos. Deveria ter devolvido o pedido quando vi que não era o meu, mas não queria criar mais confusão do que já estava a nossa mesa.
    Eu não voltarei mais lá, a não ser que um amigo muito próximo meu me diga que mudou “da água para o vinho”, porque não consigo admitir tantos erros. Não me venham dizer que a casa estava cheia e que faltou um garçom, porque qualquer um que entra numa casa cheia espera demora, mas não admito erros nos pedidos ou lanches mal feitos.
    Pelo preço fui esperando ser Roy Bean, ou ainda Armazém Classic Burger, me decepcionei.

    • Responder
      Everton Veber
      17 de abril de 2013 at 12:30 pm

      Bruno, eu concordo com tudo o que você disse.

      Só é lamentável que você se decepcionou do início ao fim. Nossa decepção não envolveu a comida, felizmente.
      Espero que, desde nossa última visita, o atendimento e a agilidade da casa melhore 200%.

      Precisamos conhecer esse Roy Bean.

      • Responder
        Bruno Piazera Zacchi
        17 de abril de 2013 at 12:50 pm

        Oi Everton,
        O Roy Bean era uma franquia na Beiramar, mas já fechou faz um tempo. Sem dúvida um dos melhores burgeres que já comi. Pela pesquisa que fiz nem existe mais a franquia.
        Ótimo Blog, visitarei sempre.
        Um Abraço!

        • Responder
          Everton Veber
          17 de abril de 2013 at 12:59 pm

          Que pena, então.
          Mais um dos tantos que acabam fechando as portas por aqui.

          Obrigado pela visita! 😉

  • Responder
    Moisés L. Coimbra
    20 de abril de 2013 at 6:47 pm

    Que estranho Bruno. Quando fui lá era sábado, casa lotada, e fui bem atendido. E everton, realmente a comida é ótima. Demorou bastante pra gente sentar, quase fomos embora, mas me surpreendeu. É verdade, em floripa está cada vez mais difícil de encontrar bom atendimento, agora que os lanches são mal feitos eu discordo totalmente de você. E também nao entendi o que você diz sobre o preço, achei bem compatível e nem dá pra comparar com o Armazém, rs, que é bem inferior. Mas realmente o atendimento da casa precisa melhorar e muito, como a maioria dos lugares. Abraços. Adorei o blog Everton. Parabéns.

  • Responder
    Robert
    23 de abril de 2013 at 1:01 am

    Na onde de “gourmet”, já experimentaram o Gourmand Express (www.gourmandexpress.com.br) ? Eles trabalham apenas com tele-entrega mas vale experimentar… Há vários tipos de pratos, mas o que experimentei foi o lanche Burger Bacon… a descrição do site deles fala por si:

    Burger Bacon
    Hamburger de 200g de pura carne (maminha + picanha), cuidadosamente embrulhado com uma fina camada de Bacon Premium, assado na brasa como um churrasco, salada orgânica sem agrotóxicos. Molho caseiro.

    • Responder
      Everton Veber
      23 de abril de 2013 at 1:07 am

      Vi recentemente uns amigos comentando sobre esse estabelecimento.
      Mas como é somente delivery e eu moro em Biguaçu, acho que dificilmente eu provarei o hamburguer.
      🙁

      • Responder
        Robert
        23 de abril de 2013 at 1:20 am

        Sei como é, moro em São José… Mas aproveitei uma visita na casa da minha mãe para pedir o lanche… Fica a dica de se “escalar” na casa de alguém na área de entrega =D
        haha

  • Responder
    Lipa
    27 de abril de 2013 at 8:34 pm

    Dica: se forem a Curitiba, Joinville ou Balneário Camboriú, experimentem o “Madero”. Os sanduíches são deliciosos e o atendimento muito bom!

  • Responder
    Cristina
    5 de maio de 2013 at 1:30 pm

    O que é o lanche do Ito heim?? Delícia! Precinho honestíssimo! Realmente não se dá nada pelo local. Lendo esse post sobre essa hamburgueria nova em Coqueiros (que estamos loucos pra conhecer), fiquei curiosa pra experimentar o lanche do Ito. Aproveitei q meu marido estava por lá e fiz a encomenda! Gostoso, simples, cheio de maionese, catchup e mostarda, e vai direto pra listas dos cheese saladas favoritinhos! Junto com o ultra mega blaster maravilhoso Dog do Pirú, claro. 😀

  • Responder
    Lucas Bolaséll
    15 de agosto de 2013 at 5:01 pm

    Recomendo uma Hamburgueria no posto BR da Madre Benvenuta, nº 1265, Florianópolis, excelentes hambúrgueres feitos artesanalmente utilizando o pão roseta italiana que segundo o pessoal da hamburgueria são comprados no Padeiro de Sevilha. Eles abriram recentemente, mas já fui comer muitas vezes e são ótimos com um preço muito bom.

    • Responder
      Daniel Becher
      16 de agosto de 2013 at 10:16 am

      Opa, interessante Lucas! Vou lá qualquer hora experimentar! 🙂

    • Responder
      Raí Cauã
      20 de agosto de 2013 at 4:31 pm

      Tenho que concordar com o Lucas Bolasell, a qualidade dos hambúrgueres gourmet dos rapazes deste local é excelente, já comi em diversas hamburguerias, inclusive no Madero em Curitiba, e este, na minha opinião, ganha, e o melhor de tudo, algo que ninguém acredita ao ver o hambúrguer, 12 reais o de uma carne, muito semelhante a este “Caprese” supracitado ou com carne dupla por 15 reais. Os rapazes estão começando agora, e a decoração está inacabada, porém o objetivo principal foi cumprido. Sugiro ir lá provar! Eu já compareço toda semana!

  • Responder
    Arthur
    15 de novembro de 2013 at 7:44 pm

    Passamos em frente e resolvemos experimentar. Comemos uma picanha (300 g) deliciosa. Fomos bem atendidos e não temos reclamação. Talvez por já estarem funcionando ha 8 meses. Quanto ao preço achei bem em conta. Vamos voltar,

    • Responder
      Everton Veber
      17 de novembro de 2013 at 9:17 pm

      Poisé, cheguei a comentar isso. Como fomos logo na inauguração, é normal ocorrer alguns erros.

      Que bom que tenham gostado, é bom ver que estamos nos cercando de bons estabelecimentos 🙂

    Comente