Bistrô/ Review

Armazém da Pasta: massas artesanais, café e bistrô

Juntos há dez anos, Edinara e Jonas se conheceram no ramo da publicidade. Há dois eles abriram um bistrô num dos lugares mais nobres de Florianópolis. E apesar de ser um local aconchegante, bem decorado, com uma apresentação do cardápio e pratos com o melhor da cozinha contemporânea, a proposta é justamente provar que boa mesa não requer alto investimento nem demanda tempo para uma refeição.

Armazém da Pasta - Boulevard Externo do Shopping Iguatemi

Armazém da Pasta – Boulevard Externo do Shopping Iguatemi

E aí entra a primeira característica que me chamou a atenção no bistrô, ele preenche uma lacuna que existia entre o “comida comum e barata” e o “refinado e caro”. Um meio termo entre o fast-food ou buffet executivo e a alta gastronomia demorada e rebuscada. Mas não ache que por oferecer esta alternativa os pratos à base de massa são menos complexos e não oferecem sabor interessante.

A segunda característica que me deixou bastante impressionado é a versatilidade do lugar. Ao passo em que é um bistrô servindo pastas em combinações simples e extravagantes, ele se transforma em um armazém de massas e molhos artesanais congelados e também se transforma em café. Nesse leque, a casa funciona para o café da manhã, almoço, chá da tarde e jantar.

Massas artesanais e Menu do dia

Massas artesanais e Menu do dia

E “de vereda” eu destaco a terceira característica: a versatilidade não proporciona queda de qualidade. A vantagem deste modelo é que todos os processos são acompanhados de perto, e parecem ser compreendidos pela equipe que faz a coisa acontecer. Não sou profissional da área, meus parcos conhecimentos restringem-se a ser um bom comedor, como sempre faço questão de ressaltar aqui, mas nessas idas e vindas pelos restaurantes dos mais variados tipos, meio que num processo de osmose você acaba notando quando um garçom ou chef entende não só do riscado, o que é pré-requisito, mas da filosofia e a razão de ser do próprio lugar.

Aconchegante

Aconchegante

Com a proposta de apresentar o menu executivo para alguns blogueiros de Florianópolis, estivemos Renata Diem, Priscila Prudêncio, Tatianna Ferraro, Tatiane Dores da Silva, Juliana Galliano e este que vos escreve, mui orgulhosamente representando este blog nesta segunda-feira, 16 de abril, a convite da Camilla Geiger, pra um almoço e bate-papo com a proprietária, Ednara Almeida.

Entrada

Mousse de gorgonzola

Mousse de gorgonzola

O antipasto tínhamos nada menos que uma mousse de gorgonzola. Sempre brinco que mexer com queijo é coisa pra quem sabe, e mexer com queijo azul é coisa pra alienígena.

Prato principal

Pappardelle Nero di Sépia ao molho de Camarão, Nata e Pimenta Rosa

Pappardelle Nero di Sépia ao molho de Camarão, Nata e Pimenta Rosa

Falar em alienígena, eu acho que era o único ser de outro mundo que ainda não havia experimentado pappardelle. Prima-irmã da lasanha, originária da Toscana, é uma massa em forma de fita, bem longa e pouca espessura, com algo em torno de 3cm de largura. Esta, mais específica ainda, Nero di Sépia, é feita com tinta de lulas, o que dá essa cor mais escura e sabor mais exótico ao prato, acompanhando bem os frutos do mar. A pimenta rosa também deu o seu toque picante e com bastante frescor. Uma delícia!

Sobremesa

Sorvete de Canela

Sorvete de Canela

Sugestão da própria Edinara, experimentei o sorvete de canela. Estava em uma mesa rodeada de mulheres, e numa livre homenagem à elas, enquanto apreciava a sobremesa lembrei da cena do filme Politiki Kouzina (O Tempero da Vida) quando o avô de Fanis, dono de uma loja de especiarias, explica sobre o sabor de algumas delas. Vassalis diz que a canela é “como todas as mulheres, ao mesmo tempo é amarga e doce”.

Vinho

Casa Pericó: porque ser bairrista é valorizar o que é da terra

Casa Pericó: porque ser bairrista é valorizar o que é da terra

Quase toda a decoração da casa é feita por artistas locais, desde quadros, peças que compõem o ambiente até peças sanitárias. A carta de vinhos não é diferente. Com mais de 70 rótulos para harmonizar com os pratos da casa, boa parte é composta por vinhos produzidos aqui mesmo em Santa Catarina. E é de São Joaquim o excelente terroir que harmonizamos a entrada e o prato principal, um espumante Rosé Brut da Casa Pericó.

Caso você prefira harmonizar a massa com cerveja, além de alguns rótulos nacionais está toda a linha da Eisenbahn.

Em tempo, muito obrigado à Camilla e ao Armazém da Pasta pelo convite. Foram duas horas não só conhecendo o menu da casa mas um momento de bom papo e novas amizades!

Armazém da Pasta

Av. Madre Benvenuta, 687 – Anexo ao Boulevard Externo do Shopping Iguatemi
Telefone: (48) 3024-2828
Funciona de segunda à sexta-feira, das 8h30 até 0h.
Cartões de crédito e débito: sim
Wifi: sim
Estacionamento: sim
SiteFoursquareFanpage – Twitter

You Might Also Like

6 Comentários

  • Responder
    Edinara
    17 de abril de 2012 at 3:32 pm

    Daniel, esse “de vereda” eu conheço bem rsrsrsrs. Obrigada pela presença e por confiar em nosso trabalho. foi um almoço bem agradável.

    • Responder
      Daniel Becher
      17 de abril de 2012 at 3:34 pm

      Mas credo, imagina se uma típica lageana não conheceria o “de vereda” heheheh. Gracias, Edinara! 🙂 Nós é que agradecemos pela oportunidade. Forte abraço!

  • Responder
    Camilla
    17 de abril de 2012 at 4:46 pm

    Olá, muito obrigada pela sua presença. Foi um almoço muito bacana. Que bom que gostou

  • Responder
    Everton Veber
    17 de abril de 2012 at 10:02 pm

    Será uma sina de todo publicitário esta ligação com a gastronomia?
    Bom, então eu sou mais um pra estatística.

    Esse sorvete de canela me deixou na vontade…
    E ah, muito legal a proposta dos congelados 🙂

  • Responder
    Renata Diem
    19 de abril de 2012 at 4:19 pm

    Comida realmente deliciosa e ambiente agradabilíssimo! Vale a visita 🙂

  • Comente