Carnes/ Frutos do Mar/ Review

Comida simples, gostosa, caseira e desconhecida

Uma das características do crescimento de uma cidade é a profissionalização de suas economias. Na gastronomia não é diferente. Florianópolis, por exemplo, apesar de crescer a passos lentos em números de restaurantes que valem a pena uma visita, já oferece algumas culinárias que há pouco tempo era meio intangível. Em dois toques já fazemos um mapa mental onde podemos comer comida japonesa, mediterrânea, portuguesa, alemã, chinesa, tailandesa, italiana, espanhola e toda a sorte de culinárias mundo afora.

Mas pra atender essas demandas os grandes centros confundem a profissionalização com “afrescalhamento” do seu rol de possibilidades. Há uns dois meses tive vontade de comer algo que era comum na minha infância, uma humilde chuleta na chapa, e me dei conta de que todos as lanchonetes onde isso era possível, fecharam. “Deuzolivre” então procurar um lugar pra se comer um camarão com tempero caseiro, o bom e velho alho e óleo, sem ter um garçom que é ginasta russo dando triplos mortais carpados cuspindo fogo pela venta até chegar a tua mesa com quatrocentos e trinta e oito molhos picantes e suaves que ele tirava da manga após um show pirotécnico de 5 minutos.

Então nas andanças das últimas semanas achei dois restaurantes simples, com atendimento cordial porém simples e resteiro, comida de excelente qualidade, pra matar a fome e agradar o paladar, e ainda por cima poder deixar o cartão do BNDES em casa.

Em Biguaçu, a 20km de Florianópolis, conheci o Rancho do Tchesco, com o Everton.

Rancho do Tchesco

Rancho do Tchesco

Um lugar simples, com instalações rústicas porém aconchegante e receptivo. O Rancho do Thesco serve não só lanches (o famoso xis), como porções de frutos do mar e ela, o carro-chefe da casa, a Chuleta na Tábua:

Chuleta na Tábua

Chuleta na Tábua

Uma porção muito bem servida com 3 ou 4 chuletas pesando no total 1kg, polenta frita, aipim frito, esse pãozinho que é uma delícia, tostado na chapa com a gordura da carne e temperos, farofa caseira e uma deliciosa salada básica.

Salada

Salada

Comemos o Éverton e eu feito leões, mas é uma porção que tranquilamente serve bem 3 pessoas. E o preço não chega nem numa onça, módicos R$38,50 o preço desta iguaria.

O Rancho do Tchesco fica na Rua Julio Bekhauser, 254, no bairro Bom Viver em Biguaçu.

Agora se você prefere um restaurante de frutos do mar, quer comer aquele camarão e um peixinho com o tempero bem caseiro e não quer pagar o preço exorbitante que se paga nas praias de Florianópolis, não tem problema. Na beira do mar, porém na região continental da cidade, existe um restaurante chamado Camarão & Cia. Numa rua quase deserta e pouco visível esconde-se esta maravilha da culinária local, que encontrei com a Fabi Cercal.

Camarão & Cia

Camarão & Cia

Não é difícil você chegar na beira de uma praia e desembolsar 200 reais pra almoçar com seu par. O Camarão & Cia, por ter outra proposta e por não ficar numa badalada praia do litoral floripano, te oferece por bem menos uma refeição tão saborosa quanto. Entre 50 e 80 reais, depende da quantidade de pessoas e ítens na Sequência de Camarão, você come muito bem e com bastante opções na mesa.

Camarão ao bafo, alho e óleo e bolinhos de siri

Camarão ao bafo, alho e óleo e bolinhos de siri

Dois bolinhos de siri, uma porção de ao bafo e camarões ao alho e óleo é o primeiro prato logo após uma salada de entrada.

Camarão Milanesa

Camarão Milanesa

Camarão ensopado

Camarão ensopado

Camarão a milanesa e camarão ensopado também acompanham a sequência.

Filé de linguado ou pescada

Filé de linguado ou pescada

Pra quem não quer só camarão, o prato ainda oferece filé de peixe (linguado ou pescada, você escolhe no pedido) a milanesa.

Acompanhamentos: arroz, feijão e pirão de caldo de peixe

Acompanhamentos: arroz, feijão e pirão de caldo de peixe

E, como não poderia faltar, os acompanhamentos tradicionais: um arroz muito gostoso, bem temperado, feijão e pirão de caldo de peixe.

O Camarão & Cia fica na Rua Ministro Ribeiro Costa, 250 no bairro Estreito, em Florianópolis.

 

You Might Also Like

5 Comentários

  • Responder
    Everton Veber
    29 de dezembro de 2011 at 3:30 pm

    O Tchesco é tradicional no bairro. É sempre muito movimentado. As porções são bem servidas, a comida é boa e o atendimento também.

    Vale lembrar que aceitam cartões também. Mas, quando fomos estava com problema, então pergunte antes se está funcionando, caso queira usar.

    Eles fazem delivery nas proximidades.

    O cardápio tem mais porções e lanches. E uma deliciosa maionese verde.

    O Camarão & Cia tem uma promoção bacana, onde aniversariante não paga no dia.
    E a comida também é muito boa. O atendimento peca, mas vale o esforço.

  • Responder
    Daniel Becher
    29 de dezembro de 2011 at 3:47 pm

    teste

  • Responder
    Patricia
    29 de dezembro de 2011 at 3:58 pm

    Opa! Fiquei com vontade de conhecer esse restaurante de Biguaçú. Vou guardar o nome! Meu marido ama chuleta. Aqui perto de casa, no Itacorubi, tem o famoso “Chuleta na Tábua”. Mas ainda não fui conferir a comida deles. Obrigada pelas dicas! Sucesso sempre.

  • Responder
    LUIZA
    6 de Janeiro de 2012 at 9:20 am

    Fiquei com água na boca. Acho que vou primeiro no Camarão e Cia, sempre que passo pela plaquinha penso em provar, agora é certo que irei.

    Beijo!

  • Responder
    Karlla
    29 de Janeiro de 2012 at 9:06 pm

    Fiquei com vontade da chuleta. Nem faço ideia de quanto tempo não como… parece uma delícia, bem cara de caseira mesmo e com um preço honesto. Carregarei o Guto pra lá, com certeza.

  • Comente