Doces

Mousse de Erva-mate

Na última segunda-feira, 26 de março, uma cidade pela qual nutro um carinho enorme fez aniversário. A Porto Alegre  do pôr-do-sol mais lindo do mundo, do Laçador, do Cais do Porto, da Redenção, do Gasômetro e do Parcão comemorou 240 de fundação nesta semana e queria, neste humilde espaço, prestar uma homenagem a esta terra que até morto eu hei de querer bem.

Parque Moinhos de Vento (Parcão), Inverno de 2008. Saudades

Parque Moinhos de Vento (Parcão), Inverno de 2008. Saudades

Em tempo, um forte quebra-costelas nessa brava e hospitaleira!

Como símbolo desta homenagem, elegi a erva-mate. E a receita não é original, googlando achei a receita de Mousse de Erva-mate (que se pudesse daria um nome bem mais taura), e aqui reproduzo, da maneira que ela é: gostosa porém rápida e rasteira.

Muitos são os benefícios da erva-mate. Por ser um doce logicamente não teremos muita aprovação dos nutricionistas e outros biochatos, mas você pode querer saber quais são os benefícios da erva-mate. Em outra oportunidade espero estender melhor o assunto e talvez experimentar mais receitas a partir de Ilex paraguaiensis, como é cientificamente conhecida.

Se você quiser uma trilha sonora pra ler a receita, eis aqui:

 

Ingredientes

  • 3 colheres de erva-mate moída grossa
  • 400ml de água
  • 1 caixa de leite condensado
  • 1 caixa de creme de leite
  • 1 envelope de gelatinha de limão

Como fazer

Erva-mate fervendo

Erva-mate fervendo

Numa panela ferva a água com a erva-mate, como um chá. Coe num outro recipiente para retirar as folhas e os galhos normalmente encontrados na erva-mate comum (a erva-mate pura-folha não têm os galhos, mas é mais amarga, use se estiver certo do que está fazendo). Aliás, se você não está habituado ao sabor do chimarrão, recomendo você primeiro levantar a fervura da água e só depois colocar a erva-mate, pra ficar menos amargo.

Coando as folhas e galhos da erva-mate

Coando as folhas e galhos da erva-mate

Com a água ainda quente, misture bem a gelatina de limão neste chá.

Num liquidificador, junte o leite condensado, o creme de leite e a mistura de chá com gelatina e bata por alguns minutos, até ficar bem homogêneo.

Mousse de erva-mate

Mousse de erva-mate

Leve à geladeira e deixe por algumas horas até obter a textura cremosa de mousse.

You Might Also Like

6 Comentários

  • Responder
    Gastão Cassel
    28 de março de 2012 at 3:10 pm

    Cara, isto é o que eu chamo de culinária gaudério-molecular! Um novo sentido para a “bebida amarga da raça, que adoça meu coração”.
    vamos testar!!

    Abçs

    • Responder
      Daniel Becher
      29 de março de 2012 at 5:00 am

      Grande Gastão!

      Meu eterno respeito por quem cita Vitor Ramil num post! Faça sim, você vai gostar!

      Forte abraço!

  • Responder
    Tocaio
    8 de abril de 2012 at 4:05 am

    Vo esperimentar fazer em casa essa semana! Deve ficar bom… talvez um pouco amargo…

  • Responder
    Ronaldo Castor
    8 de abril de 2012 at 5:28 pm

    Dúvida… geralmente eu tomo tereré com uma erva que tem boldo em sua composição. Tem problema se eu utilizar esta? ou é melhor não arriscar e usar uma tradicional?

  • Responder
    Informações
    9 de abril de 2012 at 6:20 pm

    Super legal esta receita, eu que sou do sul, descendente de Gaúchos e morador do Paraná não posso deixar faltar erva mate aqui em casa.

    Nunca pensei em fazer doce com erva, mas deve ficar bom…vou experimentar!

  • Responder
    Marco Doeringue
    22 de abril de 2012 at 6:21 pm

    Muito Bom…eu fiz e ficou uma maravilha…eu recomendo…

    Parabéns pela receita

  • Comente