Café/ Review

KaffeeHaus Westphal, café colonial na boca da Serra

Eu tenho muita simpatia por Rancho Queimado. Desde que fui lá a primeira vez em busca de um restaurante de comida tropeira coloquei a pacata e bonita cidade de pouco menos de 3 mil habitantes na lista de possíveis lugares ideais para morar. Se um dia tivermos banda larga de boa qualidade por lá, faço as malas e me vou de tiro. Desde então volto sempre que posso. A cidade fica a apenas 65km da capital Florianópolis, oferece linda paisagem e um clima serrano agradável com seus consideráveis 800m acima do nível do mar.

KaffeeHaus

KaffeeHaus

Gastronomicamente a cidade também é bem servida. De comida campeira, churrasco até o bom e velho café colonial, feito por mãos de cozinheiras que ainda mantém vivas as tradições germânicas e dão sua alma aos pratos tipicamente de interior. Daquelas pra se comer com um vistaço na coxilha ao lado onde um cavalo gateado pasta a lo largo, remoendo alguns ressábios e bendizendo a natureza pelo viço que o verão deu ao pasto.

Ontem o sol mal tinha feito uns olhos de graça aqui na capital, eu encilhei o carro e me fui. Ia amadrinhado pelo Chiquinho e pela Vanessa, fizeram costado na empreitada e indicaram o local pro almoço. Café e almoço, na verdade: KaffeeHaus. Café colonial típico de interior, com pratos simples e muito bem preparados. Saborosos daqueles que merecem ser apreciados bem devagar, sem hora pra voltar pra casa, como se a vida não passasse nunca.

kaffeehaus-ambiente

A casa é uma construção que segue a linha germânica, bonita por fora e por dentro. Garantem alguns locais que já é um cartão postal da cidade. Bem decorada e aconchegante, tem uma lareira para as invernias macharronas e espaço pra levar toda a família. No canto, um pequeno bazar de produtos artesanais para levar como lembrança da maravilhosa tarde que se passa por ali.

kaffeehaus-frios

Ao contrário do que comumente acontece, as igurias do KaffeeHaus vêm na mesa. Nada de buffet ou rodízio, você chega e é recepcionado com mesa farta. Outra qualidade dos germânicos, diga-se de passagem. Vem de um tudo: cesta com diferentes tipos de pães caseiros, patês, geléias, pastas, frango empanado, carne de porco, carne bovina, tortas frias, queijos, salames, morcilhas, tudo quentinho e feito ou cortado na hora.

kaffeehaus-pao-de-queijo

Destaque para o pão de queijo que havia recém saído do forno, bem quente, e feito com o mesmo queijo colonial que é produzido por lá.

kaffeehaus-tortas

Nos doces, outra maravilhas como tortas e bolos, além de uma geladeira recheada de sobremesas, mousses, pudins e outros bolos gelados.  A mesa é farta, mas você pode repetir qualquer prato, basta pedir.

kaffeehaus-vinhos

Também típico da região, o vinho vem em abundância. Uma garrafa do tinto suave, outra do branco e uma de suco de uva que são repostos a cada momento. Café, leite e chocolate quente? Também tem.

O atendimento é feito pelas proprietárias e sempre muito impacável. A velha hospitalidade rancho-queimadense foi comprovada ontem a cada pedido, a cada explicação dos pratos e a cada conversa.

O café colonial custa R$32 por pessoa, um preço bastante honesto pela qualidade e quantidade de comida oferecida.

Bora subir a serra catarinense?

KaffeeHaus Westphall

  • Endereço: Rua Mathias Augusto Schwabe, 100. Rancho Queimado, SC.
  • Telefone: (48) 3275-0400
  • Horário: segunda à sexta-feira das 13h às 21h. Sábados, domingos e feriados das 11h às 21h.
  • Aceita cartões: sim
  • Estacionamento: sim
  • Wifi: sim

You Might Also Like

8 Comentários

  • Responder
    Aline - Gastronomia e outras folias!
    14 de janeiro de 2013 at 10:17 am

    Daniel… adoro trocar o almoço por Café Colonial! Tbm já fiz uma resenha sobre lá no blog!!!

    Aline

    • Responder
      Daniel Becher
      14 de janeiro de 2013 at 10:19 am

      Oi Aline,

      verdade é bem bom. Sobre a tua resenha, eu vi e linkei aqui no blog. O Blogger não te avisa? Veja em cima do nome do restaurante 😉

  • Responder
    Jr. Hames
    14 de janeiro de 2013 at 3:12 pm

    O lugar é realmente excelente. Voltarei sempre que possível 🙂

  • Responder
    Aline - Gastronomia e outras folias
    15 de janeiro de 2013 at 4:09 pm

    Oi Daniel… não avisou não!

    Obrigada pelo link!!!!

  • Responder
    Fernando
    11 de julho de 2013 at 8:26 pm

    Este endereço não aparece no Google Maps 🙁
    Poderia fornecer mais instruções de como chegar?? Talvez Latitude e Longitude, ou um mapinha 🙂

    Grato!

    • Responder
      Daniel Becher
      12 de julho de 2013 at 8:34 am

      Oi Fernando, basta chegar até o centro de Rancho Queimado, isso tem no Maps. Chegando no centro, onde tem uma praça (bem fácil de achar pois o centro é uma quadra de bairro), fica ao lado dessa praça. Não tem erro! Abraço!

  • Responder
    Marielli
    12 de março de 2014 at 9:01 pm

    O DDD esta errado, é 48 e não 47.

  • Comente