Youtube

Becher a Bordo: virei YouTuber. Me segue?

E aí, pessoal! Tudo belezinha?

Eu não esqueci o Comideria, não (embora ninguém tenha perguntado). É que com o passar do tempo a gente vai conhecendo os restaurantes, visitando novos lugares e vai esgotando as possibilidades de surpreender o leitor — e arrisco dizer que vocês não perguntaram sobre isso.

capa-becher-a-bordo

Outra coisa que vocês não me perguntaram é se eu estou trabalhando em algum projeto paralelo ao Comideria. Eu estou, OK?

E é sobre ele que eu vim falar neste post. Há cerca de duas semanas algum santo falante baixou em mim e eu ligo as câmeras e começo a falar mais que o homem da cobra. É, virei YouTuber e criei o Becher a Bordo. Minha idéia inicial não era falar sobre comida mas calhou o destino que os caminhos me levassem fortemente a este destino. Fiz dois episódios iniciais de teste em restaurantes, o primeiro no Hogs & Burger (vocês vão notar que é um vídeo muito mais amador que o normal, embora eu ache que ele tenha um conteúdo bacana) e o segundo onde estava mais motivado ainda, porém um tanto quanto ignorante pois esqueci até de desligar a impressão de hora e data no vídeo, na Fairyland falando sobre cupcakes, coxinhas e pet friendly. E o terceiro que eu esqueci da regra básica de numa câmera de ação simples não gravar contra a luz? Coitado do Caio, ficou na penumbra, mas avancei ainda mais no conteúdo.

O quarto e último vídeo publicado, agora já com uma vinheta e tal, não fala sobre comida. É sobre a Minha Casa Container, já que o objetivo não é só vocês passarem vontade e fome com o videolog.

Enfim, vim aqui humildemente mostrar meu novo trabalho paralelo ao querido, estimado e idolatrado Comideria, o Becher a Bordo pedir que vocês vejam pelo menos um dos meus vídeos e, se curtirem minha idéia, assinarem meu canal pra que eu me sinta ainda mais motivado pra produzir conteúdo neste cidade linda de meu Deus.

Valeu!

5 Comentários

  • Responder
    Jorginho Lautert
    8 de abril de 2016 at 11:41 am

    Show, muito bom. Simples, direto, objetivo, passando uma real credibilidade do local. Fiquei curioso para conhecer a Fairyland. Temos na família dois dogs, e com certeza nosso próximo final de semana será destinado para conhecer a Fairyland.
    Fiquei atento também a legislação local. Vou pesquisar, e quem sabe, propor à câmara de vereadores uma proposta de lei com adaptações aos comércios receptíveis ao conceito pet friendly.
    Parabéns Becher!

  • Responder
    Paulo Roberto Freitas da Silva
    8 de abril de 2016 at 3:04 pm

    Faltou algo no currículo… Excelente jogador de futebol nas horas vagas.??????

  • Responder
    Hélio
    9 de abril de 2016 at 6:36 am

    Já estou seguindo, assisti a todos e vou continuar assistindo, parabéns pela iniciativa. Um Abraço

  • Comente