Japonesa/ Review

Nipô Temaki: um oásis oriental na 401

Quem trafega na Rod. José Carlos Daux, a sempre polêmica e tão movimentada SC 401, que dá acesso às praias do Norte da Ilha de Santa Catarina pode até não notar, mas esconde-se numa pequena sala comercial logo após o novo prédio da RBS TV uma pequena grande casa de comida japonesa.

nipo-temaki-entrada

Já havia visitado o Nipô em outra ocasião, por isso não me assustei quando na votação da enquete que fiz aqui neste blog recentemente sobre as casas de sushi que os nossos leitores preferiam vi que eles por vezes mantiveram a liderança da votação e tiveram um excelente destaque. Na primeira visita acabei não fazendo o review, não havia saído de casa com o espírito blogueiro aguçado, queria apenas comer e aniquilar meus instintos mais primitivos da fome. E isso é só mais uma prova de que a experiência em um restaurante depende não somente dos envolvidos na comida, mas do espírito de quem come.

Na semana passada voltei ao Nipô Temaki. Agora com meu espírito preparado para ter uma experiência gastronômica, pra escutar meu paladar, meu olfato, entender os sinais que a visão davam ao se entrelaçar com os demais sentidos a cada viagem do hashi do prato à boca.

E foi pela visão que tudo começava a fazer sentido, aquelas pessoas que votaram realmente estavam certas, o Nipô é excelente. Primeiro porque na casa não existe rodízio, festival, buffet livre ou como você prefere chamar o all you can eat. Isso por si só já diminui o barulho, o movimento de garçons, dá ao ambiente um clima gostoso. Sendo pequeno, aconchegante e agradável ainda mais. Se por fora não parece grandes coisas, é lá dentro que nem o barulho dos carros é ouvido e não interrompe a refeição.

nipo-temaki-nigirizushi

Comecei por este lindo par de nigirizushi Mexicano, que é um Nigiri de Salmão com uma lâmina de abacate e um toque de pimenta tailandesa. Simples, parece, mas intenso em sabor e em textura. Peixe fresco, agradável, saboroso.

nipo-temaki-amendoas

Aliás, brincar com sabores é algo bastante comum na casa, e surpreendente. Jamais teria pedido em um restaurante comum, mas como os demais integrantes da mesa se engraçaram ao ver no cardápio, também me surpreendi com o Uramaki de Amêndoas, que além de cream cheese continha mel. A neutralidade das amêndoas, o salgado e o doce combinaram muito, muito bem neste sushi.

nipo-temaki-joe

Também comi este Joe Salmão (tipo o famoso filadélfia com cebolinha). Delícia.

Comi o Ceviche Nipô, onde pode-se escolher entre salmão, atum ou peixe branco, com um molho especial da casa. Fui de peixe branco, claro, não sou doido.

nipo-temaki-hot-sushi

Hot Sushi? Sem problemas, também servem. Destaque para este prato também, tão sequinho e saboroso que nem parece que foi frito.

nipo-temaki-massago

Agora destaque mesmo merece a parte de sushis especiais do cardápio. Vejam a foto desse sushi de Massago (esse com recheio de salmão e filadélfia com ovas de capelin por fora), não dá vontade de comer a foto?

nipo-temaki-temaki-salmao-ponzu

Como a casa ficou conhecida por ser uma excelente temakeria, inclusive ostenta o cargo no seu nome (muito embora não resuma-se a isso em hipótese alguma) não pude deixar de sair sem comer um temaki. Troquei a sobremesa por ele e não me arrependi. Bem recheado, saboroso e ouso dizer que ele, ou dois dele, são suficientes para saciar as fomes mais rústicas.

O atendimento da casa é perfeito, tudo veio de forma tranquila, rápida e sem qualquer problema. Pessoal educado, gentil e que faz você se sentir em casa.

A conta fechou em aproximadamente R$125, sucos inclusos nessa conta onde comeram até forrar a tampa do bucho um casal faminto.

Recomendo a visita ao Nipô, forte candidato para a próxima edição do TOP 5 Sushi.

Nipô Temaki

  • Endereço: Rod. SC 401, 4230. Sl 02. Florianópolis, SC.
  • Telefone: (48) 3238-7385
  • Horário: segunda a sexta para almoço, e segunda à sábado para o jantar.
  • Aceita cartões: sim
  • Estacionamento: sim

You Might Also Like

7 Comentários

  • Responder
    Enock Carvalho
    15 de maio de 2014 at 11:52 am

    Só achei preço caro… Aqui o melhor rodízio de Sushi da cidade (Recife) custa R$ 38,90 por pessoa. Um casal paga menos de R$ 100,00 num jantar.

    • Responder
      Daniel Becher
      15 de maio de 2014 at 12:07 pm

      Enock, nesse caso era à lá carte, a casa não trabalha com rodízio. Mas acho que o rodízio mais barato aqui, que seja bom, custa a partir de uns R$120 o casal. 39 pila pra comer sushi BOM e a vontade, tá pra nascer aqui 😛

  • Responder
    Juliana K
    15 de maio de 2014 at 8:30 pm

    Salve, Becher

    Como lhe disse, o melhor temaki de Floripa. Na minha opinião, o melhor sushi também.
    Mas o negócio é qualidade e não quantidade. Não curto rodízio ou buffet de sushi. À la Carte, all the way!:)

  • Responder
    Juliana Caon
    16 de maio de 2014 at 10:59 am

    Oi Daniel, beleza? Concordo contigo, o Nipô é ótimo mesmo! Também indico que conheças o Sushinami (desculpa se já tem alguma resenha sobre ele e eu tenha perdido) pois é EXCELENTE e tem um atendimento maravilhoso. Eu sou aqui mesmo de Floripa e devoradora de sushi desde pequena e é ótimo acompanhar esse crescimento das boas casas do ramo! Abraço!

    • Responder
      Daniel Becher
      16 de maio de 2014 at 11:35 am

      Oi Juliana! onde fica esse Sushinami? Não tem resenha ainda não, mas quero conhecê-lo 🙂

      • Responder
        Juliana Caon
        16 de maio de 2014 at 12:25 pm

        Oi Daniel, o Sushinami fica na Rodovia Amaro Antônio Vieira 2122, no Itacorubi (estrada velha). Dá uma olhada no face deles: https://www.facebook.com/SushiNami. Gostaria de saber se você já voltou ao Black Sheep depois que o Emerson Kim assumiu a cozinha oriental do Hotel Majestic e deixou o Black Sheep nas mãos de um primo dele. Minha dúvida é se a qualidade continua a mesma. Abraço!

        • Responder
          Daniel Becher
          16 de maio de 2014 at 12:29 pm

          Bacana, quando der vou dar um pulo lá!

          Sobre o Black Sheep, eu estive lá no início do ano pra ver se ainda estavam no mesmo nível e se ainda estaria no TOP 5 que foi publicado posteriormente. A qualidade ainda é excelente sim, mas não dá pra dizer que foi exatamente a mesma experiência que tive quando era com o Emerson, porém o discípulo segue a mesma linha do antecessor. Eu só não vou lá mais vezes porque eu não consigo ter uma fidelidade com os restaurantes que visito até por causa do blog, mas gostaria de comer mais vezes e experimentar o cardápio todo, até porque muda bastante sazonalmente 🙂

    Comente